Organizações e redes internacionais

Grupo de Ação Financeira

O Grupo de Ação Financeira (GAFI) é um organismo intergovernamental, criado em 1989, que tem como objetivo desenvolver e promover políticas, nacionais e internacionais, de combate ao branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo,

 

É reconhecido a nível internacional como a entidade que define os padrões nesta matéria.

O GAFI promove padrões internacionais e a aplicação efetiva das medidas legais, regulamentares e operacionais necessárias para combater o branqueamento de capitais, o financiamento do terrorismo e outras ameaças à integridade do sistema financeiro internacional, através da:

  • Emissão de recomendações destinadas a prevenir e a reprimir esses crimes (consideradas standards internacionais nestas matérias);
  • Promoção e avaliação mútua da observância desses standards;
  • Determinação de contramedidas relativamente às jurisdições com deficiências relevantes; e
  • Identificação de novos riscos e metodologias de combate a estas atividades criminosas.

Atualmente são membros do GAFI 37 países ou territórios e duas organizações regionais (Comissão Europeia e Conselho de Cooperação do Golfo). Portugal é membro do GAFI desde 1990.

O GAFI acompanha os progressos realizados pelos seus países membros, na implementação das medidas necessárias ao combate ao branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo, através de mecanismos de autoavaliação e avaliação mútua tendo como suporte dessa avaliação as  "40 Recomendações + 9".

Para mais informações sobre o GAFI, as suas Recomendações, a Metodologia de Avaliações Mútuas ou os relatórios de avaliação já publicados, consulte o seu site.